A cinta modeladora realmente emagrece? Descubra a verdade!

Usar uma cinta modeladora abdominal tem sido uma mania cada vez mais frequente entre mulheres e homens que desejam afinar a cintura. No entanto, a indicação é que a peça seja usada com bastante moderação, pois seu uso diário comprime a região abdominal, prejudicando a respiração e a digestão.

Dormir de cinta ou passar o dia todo usando-a pode até causar o efeito contrário porque a peça, na verdade, impede a contração natural dos músculos abdominais e, desta maneira, favorece a fraqueza deles e, consequentemente, a flacidez da barriga. Assim, o efeito emagrecedor da cinta é apenas momentâneo e arriscado para saúde.

Confira abaixo 5 riscos causados pelo uso frequente da cinta modeladora:

Fraqueza

O uso frequente da cinta modeladora pode causar o enfraquecimento dos músculos abdominais e das costas, deixando a barriga mais flácida e piorando a postura, principalmente se a cinta for muito apertada.

Problemas respiratórios

O uso exagerado das cintas modeladoras pode causar também dificuldade para respirar, já que durante a inspiração o diafragma abaixa, movimentando naturalmente o abdômen, e com a cinta esse movimento fica bem prejudicado.

Má digestão

A pressão excessiva da cinta sobre o estômago e outros órgãos digestivos dificulta a passagem de sangue e prejudica as funções do sistema digestivo.

Prisão de ventre

O movimento do diafragma sobre o intestino ajuda o esvaziamento intestinal, mas com o uso da cinta esse movimento não ocorre como deveria o que provoca prisão de ventre.

Má circulação

A pressão excessiva da cinta sobre os vasos dificulta a chegada do sangue em todos os tecidos de forma eficiente, causando má circulação sanguínea.

Siga o Personal André Zaady nas redes sociais:

INSTAGRAM

FACEBOOK