Ingerir liquido durante as refeições faz mal?

Fazer ingestão de comida e bebida ao mesmo tempo nas refeições é correto ou errado? Muitos falam que esse hábito faz mal ao nosso organismo, e que é necessário uma reeducação alimentar, outros dizem que não há problemas, que é mero “mito”. Por isso, para promover o melhor entendimento e conscientização nutricional, procuramos uma especialista no assunto para explicar o que essa união provoca à saúde e quais os melhores procedimentos para o bom funcionamento do corpo.

De acordo com a nutricionista Laís Bispo, especialista em nutrição esportiva, o ato de comer e beber ao mesmo tempo pode trazer sérios problemas, principalmente ligados à digestão. Segundo a profissional, o ideal é separar o consumo dos dois tipos de alimentos de forma equilibrada. “O ideal é beber 30 minutos antes de comer ou 1 hora após uma refeição, pois a maior preocupação é a nossa digestão, a absorção correta de nutrientes, que pode gerar problemas estomacais, como gases e flatulências”, disse Laís, explicando como os líquidos interferem nesse processo.

“Quando também ingerimos muito líquido durante as refeições, a concentração de ácido clorídrico presente no estômago diminui e algumas enzimas são diluídas. O excesso de líquido também poderá diminuir a absorção de alguns nutrientes importantes”, destacou.

Ainda de acordo com Laís, o uso de líquidos ao mesmo tempo das refeições também interfere no controle da fome. “Na verdade, beber durante as nossas refeições atrapalha o mecanismo de saciedade. Consumindo os líquidos durante esse processo, você vai causar uma distensão da parede estomacal, que é flexível, e com isso dá uma falsa impressão ao cérebro de que o estômago está vazio e que cabe mais comida”. Ela admite também que a ingestão mútua de comida e bebida é um hábito cultural das pessoas, por isso aconselha uma mudança gradativa nesse mal costume.

“É mais um hábito cultural, do que propriamente necessidade, que temos de comer acompanhando a refeição com o líquido. Há até algumas pessoas que têm salivação reduzida, por isso tem mais dificuldade de comer sem ingerir o líquido, mas, se for consumir, no máximo 1/2 copo durante a refeição, com o tempo, todo mundo consegue tirar a bebida em definitivo ou deixar apenas para ocasiões especiais ou nos finais de semana. Além disso, devemos sempre lembrar também de outros hábitos importantes que auxiliam no processo de digestão como a boa e velha mastigação lenta, que quase não fazemos”, enfatizou a profissional.

“Sempre brinco com os meus pacientes que o suco deve servir como uma sobremesa. O ideal é consumir as bebidas ao final das refeições, de preferência aguardando um bom tempo”, finalizou.

Siga o Personal André Zaady nas redes sociais:

INSTAGRAM

FACEBOOK